A memória da casa

Exposições

EM CARTAZ 2017 | 2016 | 2015 | 2014 | 2013 | 2012 | 2011 | 2010 | 2009 | 2008 | 2007

A memória da casa
Palácio Boa Vista, de 12 de outubro de 2017 a 2018

Inaugurado originalmente, em 1964, como casa de veraneio do governador do Estado de São Paulo, o Palácio Boa Vista foi aberto à visitação pública, em 1970, para propiciar aos moradores e visitantes de Campos do Jordão um espaço de cultura, por meio da fruição das obras de arte adquiridas ao longo do tempo para a decoração deste palácio-museu.

A parte interna passou por transformações associadas à questão do habitar e aos fatos históricos relacionados às suas funções política e cultural, e, nesta exposição, as peças são apresentadas como testemunho desse processo.

Além do mobiliário e das obras de artes plásticas e decorativas, estão presentes objetos que um dia tiveram utilidade e que hoje possuem valor simbólico. Esse conjunto se interliga, tendo como fio condutor mais de 50 anos de história. Arte e cotidiano se misturam em ambientes repletos de significados, muitos dos quais nos remetem às nossas experiências pessoais, promovendo uma reflexão sobre a valoração dos objetos ao nosso redor, seja histórica, econômica ou afetiva.

Ao revelar a intimidade do Palácio Boa Vista, convidamos a todos a conhecer estas importantes coleções, destacando a memória de suas diferentes funções e os gostos decorativos na primeira metade do século XX, que influenciaram a formação do Acervo Artístico-Cultural dos Palácios do Governo.

Ana Cristina Carvalho
Curadora do Acervo Artístico-Cultural dos Palácios do Governo do Estado de São Paulo